sexta-feira, 25 de setembro de 2015

H-D Sportster 1200 Custom vs. Indian Scout

Indian Scout 2015 e Harley-Davidson 1200 Custom 2015
A revista virtual MotoUSA fez um teste comparativo entre a Harley-Davidson Sportster 1200 Custom e a Indian Scout. 

Com a entrada da Indian Motorcycles no mercado brasileiro, onde o modelo mais acessível deve ser a Scout, considero válido comentar o teste.

A Harley-Davidson e a Indian competiram, ombro a ombro durante muitas décadas, as duas marcas são as mais icônicas nos EUA, ainda que a Motor Company seja a única das duas que está em operação plena desde sua fundação, em 1903. A Indian Motorcycles, apesar de ter seu início dois anos antes como Hendee Manufacturing Company (o nome Indian só foi usado a partir de 1928), perdeu a liderança do mercado americano para sua concorrente de Milwaukee a partir de 1920. Várias decisões estratégicas equivocadas fizeram com que a Indian Motorcycles tenha falido em 1953.

2015 Harley-Davidson 1200 Custom
As motocicletas Sportster e Scout tem uma história muito antiga. O modelo produzido pela Harley-Davidson debutou em 1957 e é produzida até hoje, em 5 versões diferentes, mostrando que a Sportster tem uma valor bem forte para a fábrica e seus clientes. Pelo volume de vendas, tanto doméstico como internacional, a Sportster não mostra nenhum indício de velhice e continua como um dos carros-chefes da lendária marca.

Já a Indian Scout, produzida de 1920 a 1949, tem sua própria história no mundo do motociclismo. Muitos consideram a 101 Scout como a melhor motocicleta já produzida pela Indian. Este modelo foi imortalizado pelo recorde de velocidade obtido pelo neozelandês Burt Munro (Herbert James Munro, 1899-1978) em 1967, quando ele atingiu a velocidade oficial de 295,453 km/h no Great Salt Lake, no estado de Utah, nos EUA. A velocidade medida dentro da milha marcada foi de 331 km/h (205,67 mph).

2015 Indian Scout
Este feito está registrado no filme “The World’s Fastest Indian”, onde Munro é interpretado pelo grande ator inglês Sir Anthony Hopkins (vale a pena assistir!).

A Indian Scout ficou dormente por mais de 60 anos, até tornar a ser produzida, desta fez pela Polaris Industries, a nova dona da marca.

Já que as duas motocicletas são os modelos de entrada de suas respectivas marcas, a comparação é inevitável.

H-D Custom 1200 e Indian Scout, sendo testadas na Califórnia
Os primeiros números já indicam as semelhanças e diferenças entre as duas: em ordem de marcha, ambas se parecem, com a Sportster  pesando 257,8 kg e a Indian com 256,1 kg.

A Sportster tem mais torque (9,008 kg-m @ 3800 rpm) do que a Scout (8,783 kg-m @ 5900 rpm). A Indian precisa de uma rotação muito maior para atingir seu torque mais elevado.

Por outro lado, a Scout tem mais potência (84,88 HP @ 7900 rpm) do que a Sportster (60,78 HP @ 5800 rpm). De novo, a Indian Scout precisa de mais rotação do que a H-P Sportster para atingir o ponto máximo.

Com relação ao consumo de combustível, a Indian Scout é mais econômica (16,84 km/l) do que a Sportster (16,2 km/l), mas a Scout tem menos autonomia por tem um tanque de menor capacidade (12,5 litros), do que a Sportster (17,03 litros).

O primeiro teste foi de frenagem, na velocidade de 60 mph (96,6 km/h);  a H-D 1200 Custom  parou em 44,5m, enquanto a Indian Scout precisou de 46,1m para parar.

Os pilotos que fizeram o teste gostaram mais do conforto proporcionado pela Sportster 1200 Custom, do que a Indian Scout, considerando a altura do banco, posição dos pedais e do guidão, mas isto é muito pessoal.

H-D 1200 Custom em primeiro plano e Indian Scout ao fundo
Na cidade, a Sportster é melhor de pilotar, com o motor respondendo precisamente no trânsito de para-e-anda.

Na rodovia, porém, o desempenho da Scout foi considerado melhor; a Sportster 1200 Custom vai de zero a 60 mph em 5,6 segundos, enquanto a Scout consegue atingir esta velocidade em 4,9 segundos. Esta diferença é basicamente devida ao atraso no engate das marchas, com a Scout respondendo mais rapidamente. Ademais, a Sportster tem uma transmissão de 5 marchas, enquanto a Scout oferece 6 marchas. A Sportster também perde da Scout no desconforto devido ao calor, por ser resfriada a ar, enquanto sua concorrente tem resfriamento a líquido.

Pilotando em estradas sinuosas, ambas comportaram-se muito bem, mesmo nas curvas mais fechadas.
A Harley-Davidson Sportster 1200 Custom tem custo mais baixo, sendo oferecida a um preço de lista de US$10.700,00. Já a Indian Scout é mais cara, com o preço sugerido de US$11.300,00.

A conclusão do teste comparativo é que a Harley-Davidson Sportster 1200 Custom tem a melhor frenagem e preço menor, o desempenho na cidade é mais responsivo e o conjunto banco/posição de pilotagem é mais confortável, especialmente em viagens mais longas.

Por outro lado, a Indian Scout é mais potente, com melhor manejo, consumo e suspensão.

Vai ser um briga boa.

4 comentários:

  1. No Brasil a diferença de preço deverá ser maior considerando que a HD é nacionalizada e a Indian entrará como importada.

    ResponderExcluir
  2. Olá Roque, não sei como foram realizados este comparativo no que tange velocidade média, km percorrida, etc. A informação que tenho é que a Sportster 1200 tem 70 HP, e no quesito conforto peca por causa dos amortecedores. Neste comparativo eles comentam que a Sportster é mais confortável que a Indian?... Depois de 1:30 h pilotando a 1200, as costas começam a reclamar.
    Outra coisa, o consumo de combustível - consigo fazer mais 20 km/l com velocidade média de 80km/h...

    Se a suspensão da Indian for melhor, mesmo. Quem conhece vai preferir a Indian Scout... Ela é linda!
    Grande abraço Roque!



    Enfim, só quis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vera, a potência e o torque foram conferidos no dinamômetro. O conforto foi opinião pessoal dos pilotos de teste, depois de pilotarem as duas motocicletas. Quanto ao consumo, foi verificado com a velocidade média nas rodovias da Califórnia, 60 mph (96 km/h). A velocidade máxima de teste foi de 65 mph (104 km/h). Obrigado pelo comentário.

      Excluir