segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Bate-e-Volta a Curitiba - Paraguassu Grelhados - O Relato

A terceira edição do Bate-e-Volta a Curitiba - Paraguassú Grelhados, realizada domingo, foi mais uma grande confraternização dos Harleyros e amigos do Paraná e de Santa Catarina.
Promovido pela HDPoint Pimenta e pelo restaurante Paraguassú Grelhados, o passeio foi organizado pela Roque Tours - Passeios de Qualidade, reunindo 72 motocicletas e 117 participantes.
Foto cortesia de Fabiano Guma
Um grupo de motociclistas do Paraná desceu a serra até o Posto Rudnick, no Km 26 da BR-101-SC, em Joinville. Depois de um café-da-manhã na nova loja de Servopa na Av. da Torres, os Harleyros do Paraná saíram as 08:30 horas com destino ao Posto Rudnick. 
Em SC o tempo amanheceu nublado com um pouco de chuva. Havia chovido forte durante toda a noite e alguns Harleyros estavam preocupados com outro cancelamento do evento, devido ao mau tempo (o passeio havia sido programado para fins de janeiro e teve que ser adiado por causa das chuvas). Contatos feitos com o pessoal de Curitiba e de Joinville, resultaram em boas notícias relacionadas com a meteorologia. Curitiba tinha céu de brigadeiro e Joinville, pasmem, não chovia.
De Balneário Camboriú, saímos do Auto Posto PHD às 09:00 horas, enfrentando chuva fina e esparsa até passarmos o pedágio de Barra Velha. Chegando no Posto Rudnick, encontramos o comboio que havia descido de Curitiba, além dos PHD de Joinville e alguns Harleyros que, apesar de não poderem participar do passeio, pararam no local para nos cumprimentar.  Outros Harleyros, vindos de outras cidades de SC nos encontram lá. Seguimos imediatamente em direção a Curitiba e ao Paraguassú Grelhados.
Ao chegarmos em Curitiba, fomos recebidos pelos sócios do Paraguassú, João Zucoloto e Adão de Paula e suas esposas, as Chefs Néia e Silvana. A confraternização começou, dentro do melhor estilo Harley-Davidson.
Foto cortesia de Fabiano Guma

Foto cortesia de Fabiano Guma
Prestigiando o envento registramos a presença do Antonio Pimenta e Adilson Altrão, sócios da HDPoint Pimenta, Rocco Belforte, Gerente de Operações e Pós-venda da Harley-Davidson do Brasil e Roger Pedroso, Diretor da Servopa, a revenda H-D de Curitiba.
 Durante o almoço foram distribuídos brindes a quase todos os participantes, cortesia da Harley-Davidson do Brasil, Servopa, HDPoint Pimenta, Célio Motorcycles, Adega e Empório Bacacheri, Blog do Guma, Café Metrópolis, Harley Tours e dos distribuidores do Jack Daniel's.

Veja as fotos do evento aqui.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Daytona Bike Week

Paul Teutul Jr estará na loja da J&P Cycles, em Daytona, durante o festival que se inicia no próximo sábado.
No dia 11 de Março, Paul Jr mostrará ao público sua mais recente criação.
A super loja da J&P Cycles fica em Destination Daytona, onde está localizada a loja da Bruce Rossmeyer's Harley-Davidson, no cruzamento da rodovia I-95 e da U.S. 1, em Ormond Beach, FL.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Lembrando Para Este Domingo - 27 Fevereiro 2011


Saída do Auto Posto PHD, em Balneário Camboriú, SC, às 09:00 horas.

Churrasco no Auto Posto PHD - Sábado, 26 de Fevereiro


CHURRASCO DE CONFRATERNIZAÇÃO

O AutoPosto PHD, o GasStation Pub e a Maccori's Garage convidam os amigos para participarem do CHURRASCO DE CONFRATERNIZAÇÃO no dia 26 de fevereiro de 2011, a partir das 11:30 hs, na sede do posto PHD, na Avenida dos Estados, 5000, em Balneário Camboriú/SC.

Participe, venha reencontrar os amigos.

Você paga a bebida, pois a carne é por nossa conta!!!!

Honda Gold Wing 2012

Em 2009 a Honda encerrou a produção das Gold Wing  nos Estados Unidos e fechou a fábrica de Marysville, Ohio. A razão alegada pela Honda do Japão foi de que as vendas do modelo nos EUA não conseguiam ultrapassar 40.000 unidades/ano e não justificava a existência da fábrica fora do Japão.
Antes de desmontar a fábrica e enviar as máquinas e ferramentas de volta ao Japão, a Honda ainda produziu um número suficiente de Gold Wing para abastecer o mercado americano durante o ano de  2010. 
Também foi anunciado, naquela ocasião, que não haveria um modelo 2011 da Gold Wing e que o modelo 2012, quando lançado no final de 2011, não teria modificações importantes.
Para surpresa do mercado, a Honda revelou esta semana o lançamento da Gold Wing GL 1800 modelo 2012, com algumas mudanças bem interessantes.
O modelo 2012 está com preços entre US$23.200 e US$28.500, dependendo dos opcionais e deverão chegar aos concessionários americanos em Maio de 2011, com várias novidades .
A primeira é o novo sistema de navegação por GPS, com mapas dos EUA e Canadá, que oferece a possibilidade de fazer rotas através da Internet, utilizando-se um computador. E as rotas podem ser compartilhadas com amigos, também via Internet.
A Gold Wing traz agora uma interface de MP3/iPod com um novo sistema de som ambiental, que melhora muito a qualidade, segundo comunicado da fábrica.
A motocicleta apresenta, ainda, mais espaço para bagagem, melhor proteção contra o vento e intempéries, um novo sistema de suspensão ajustável e mais conforto para o piloto e garupa.

A motocicleta será oficialmente apresentada durante o Daytona Bike Week, de 5 a 12 de Março.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Timeless & Ageless

Este é o verdadeiro espírito Harley-Davidson.


A Importância de Ser Visto

Ver e ser visto é um dos requisitos de segurança mais importantes no motociclismo.
.
Veja este vídeo, que é uma adaptação americana do vídeo difundido nos canais de televisão da Grã-Bretanha. 
Observe a dificuldade do motorista em ver a motocicleta, de longe. 

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Chopper - O Que É e Como Surgiu

É provável que todo motociclista conheça ou tenha visto uma Chopper na rua, na estrada ou nos encontros de motos. Estas motocicletas sempre chamam a atenção.

Mas o que é uma Chopper e como surgiram?

A Chopper é uma motocicleta que teve seu quadro modificado para apresentar um visual único. Tem quadro alongado, maior ângulo de caster e roda dianteira com garfos mais longos do que o tradicional.


A maioria das Choppers tem um pneu mais fino na dianteira e um pneu bem largo na roda traseira, com a suspensão traseira rebaixada ou totalmente removida, fazendo com que o banco e o motor fiquem bem baixo em relação ao quadro. O tanque, por sua vez, tem uma forma mais fina e alongada, resultando num visual típico.
Estas motocicletas são construídas com o visual como principal objetivo e, por isso, algumas se transformam num verdadeiro desafio para pilotá-las.


A evolução das Choppers começou quando os veteranos americanos retornaram da 2ª Guerra Mundial, em especial aqueles que lutaram no ETO (Teatro de Operações da Europa). Querendo que suas motocicletas ficassem parecidas com aquelas que conheceram na Europa, muitos desses veteranos fizeram experimentos com suas motos, modificando drasticamente seu desenho. Na busca por motos mais leves, começaram removendo partes que consideravam excessivas, mantendo somente aquelas absolutamente essenciais para que as motos continuassem a funcionar.



Naquele período não eram feitas modificações no quadro das motos, mantendo-se muito de sua aparência original. Entretanto, parabrisas, paralamas, faróis e mata-cachorros eram retirados ou modificados e o restante da motocicleta era pintada de negro. Estas motos “descarnadas” ficaram conhecidas como “Bobbers” e sua função era ser mais leves e ágeis do que suas congêneres originais. As Bobbers chamavam muita atenção por onde passavam.

Bobber Triumph
Bobber Harley-Davidson com motor Evolution
Nos anos 1960 e 1970, outros entusiastas resolveram fazer modificações ainda mais radicais do que aquelas feitas pelos veteranos. Alteraram o quadro original, cortando e soldando partes de modo que as motos tivessem um visual diferente. O nome Chopper surgiu em função dos cortes (chopping, em inglês) e modificações feitas nos quadros.
Esses mecânicos descobriram que com a frente mais alongada, a motocicleta oferecia melhor estabilidade em altas velocidades. Eles começaram mudando o angulo de cáster e alongando o garfo dianteiro, para obter este efeito.


Uma Chopper tradicional é construída a partir de uma motocicleta original de fábrica. As partes não necessárias são descartadas e o quadro cortado, modificado e soldado de forma que o motor e o banco fiquem numa posição mais baixa, com o acréscimo de peças que melhoram o desempenho da motocicleta.
Chopper com motor radial aeronáutico
Hoje, as Choppers são motocicletas totalmente modificadas, com acessórios individuais acrescidos para que pareçam ser um modelo exclusivo. A diferença fundamental entre uma Chopper verdadeira e uma motocicleta Custom é que a última preserva o quadro original de fábrica, fazendo-se modificações em outras partes. 

Uma Chopper moderna, no entanto, tem  quadro construído especificamente para ela ou tem o quadro original totalmente modificado. Além disso o ângulo de caster é bem aumentado, como mencionado acima, e maior distância entre eixos, tornando a motocicleta mais estável quando pilotada em retas e em alta velocidade. O lado negativo é que tal modificação diminue a capacidade de efetuar curvas fechadas, dificuldando a pilotagem em estradas sinuosas.

Chopper da OCC
Os mais conhecidos fabricantes de Choppers são Paul Teutul Sr e seu filho, Paul Junior, que estrelaram a série “American Chopper” na televisão, durante muitos anos. Atualmente os dois tem empresas separadas. Paul Senior continua com a sua OCC – Orange County Choppers, enquanto Paul Junior criou a sua “Paul Jr Designs”.

Os dois, atualmente, estrelam um novo seriado no The Learning Channel, dos Estados Unidos, chamado "American Chopper: Senior Vs Junior."

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Planos da Harley-Davidson Para o Brasil

Novo amanhecer para a H-D no Brasil - Foto de Daniel Prairie.
Pelo o que pude apurar das notícias sobre a entrevista coletiva realizada ontem, em São Paulo, os planos da Harley-Davidson para o Brasil podem ser resumidos assim:
  • O Brasil é o país de concentração dos investimentos da marca fora dos Estados Unidos. As condições geográficas e climáticas, além do crescimento da economia, estimulam o desenvolvimento do motociclismo de estrada, no país.
  • Um Centro de Treinamento foi montado em São Paulo, com capacidade de preparar 300 técnicos por mês, seja para atuar nas oficinas ou em vendas. Um show room será montado no local e servirá de modelo para os revendedores.
  • Os antigos problemas de falta de peças e acessórios está resolvido com a construção de um Centro de Distribuição no Estado de São Paulo. O tempo máximo de envio de uma peça/acessório do CD para uma revenda será de no máximo 3 dias. Todas as peças estarão em estoque no Centro de Distribuição, independente de sua demanda pelo mercado.
  • A rede de concessionárias será implementada, em duas fases: a primeira será concentrada na implantação de 12 revendas para cobrir o território anteriormente atendido pelas lojas do Grupo Izzo. Serão abertas, inicialmente as oficinas de serviço e, posteriormente, as lojas de vendas de motocicletas e acessórios. Em São Paulo e em Belo Horizonte a preparação das lojas está bem adiantada. Outros sete concessionários já estão selecionados e terão seus nomes divulgados em breve. No Rio de Janeiro haverá duas lojas, uma na Barra da Tijuca e outra num bairro da Zona Sul. A expectativa da H-D é que todas as 12 novas revendas estejam em operação até o final de 2011. Posteriormente outros concessionários serão nomeados em outras regiões do Brasil.
  • O lançamento de novos modelos de motocicletas e acessórios acontecerá simultaneamente no Brasil e  nos Estados Unidos. 
  • A linha de montagem existente em Manaus será transferida para outra área, maior e mais moderna, com 7000 m². A capacidade de produção será de até 20.000 unidades/ano.

Bate-e-Volta a Curitiba - Paraguassu Grelhados - Domingo 27 de Fevereiro

Para o pessoal de Santa Catarina: saída de Balneário Camboriú, Auto Posto PHD, às 09:00, em direção ao Posto Rudnick (BR-101, Joinville), para o encontro com o pessoal de Curitiba.
.
Para o pessoal de Curitiba: saída do Posto Pórtico (Av. das Torres), às 08:30, e em direção ao Posto Rudnick (BR-101, Joinville), para o encontro com o pessoal de Santa Catarina.
.
Do Posto Rudnick, o grupo todo sobe em direção ao Paraguassú Grelhados, para o almoço. Retorno livre. Coordenadas do Paraguassú: S25 24 55.7 W49 15 16.3
O Empório e Adega Bacacheri também prestigia este evento e oferecerá os seguintes brindes para sorteio: 1 Vinho Tinto Reserva Cabernet Souvignon - 1 Vinho Tinto Reserva Merlot - 1 Espumante Fino Brut Chardonay

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Comunicado de Imprensa - Harley-Davidson do Brasil

Harley-Davidson apresenta seus planos para expandir a presença no Brasil

São Paulo (15 de Fevereiro de 2011) - A Harley-Davidson do Brasil anunciou hoje o desenvolvimento de uma nova rede de concessionárias e serviços, além dos planos para expandir sua presença no País.


“A Harley-Davidson está comprometida com o Brasil e fazendo mudanças para assegurar que os clientes daqui desfrutem da experiência de qualidade que representa uma marca premium, como a nossa”, diz Mark Van Genderen, vice-presidente da Harley-Davidson Motor Company América Latina. “Novas concessionárias foram nomeadas nas cidades de São Paulo e Belo Horizonte e estão temporariamente operando como centros de serviços. Estamos planejando nomear outras concessionárias nos próximos meses, com o objetivo de criar uma rede para cobrir o mercado brasileiro. Estamos trabalhando arduamente para cumprir essa promessa o mais breve possível.”

O foco da Harley-Davidson Motor Company no Brasil é parte da estratégia de crescimento internacional da empresa. A companhia espera que as vendas de motocicletas fora dos Estados Unidos sejam superiores a 40% do total produzido em 2014. Para atingir este objetivo, a Harley-Davidson planeja nomear entre 100 e 150 novas concessionárias em todo o mundo até 2014.

“Estamos entusiasmados com a oportunidade que o Brasil representa para nossa companhia. Já demos importantes passos em direção ao desenvolvimento de uma rede de concessionárias que atendam às necessidades dos clientes e esteja alinhada aos padrões mundiais da empresa. Certamente, 2011 será um ano marcante na história da Harley-Davidson no Brasil”, comenta Longino Morawski, diretor-superintendente comercial da Harley-Davidson do Brasil.

Uma das iniciativas da empresa é a abertura de um centro de treinamento em São Paulo, localizado na nova sede da Harley-Davidson do Brasil, será usado também para treinar técnicos de toda a América do Sul.

Para oferecer um serviço eficiente, a Harley-Davidson do Brasil também está abrindo um armazém de peças na região do Rodoanel. O novo centro de distribuição atenderá a rede de concessionárias no País.

A empresa, comprometida com seus clientes no Brasil, disponibiliza para contato, a quem tiver necessidade de serviços ou mais informações, o telefone 0800 724 1188 ou, ainda, o e-mail sac@harley-davidson.com.br. “Reiteramos nosso compromisso de manter os consumidores informados sobre cada passo do processo. Os clientes são sempre nossa primeira prioridade e lamentamos por qualquer inconveniência ocorrida durante essa fase de transição”, acrescenta Van Genderen.

A Harley-Davidson Motor Company produz  motocicletas Custom, Cruiser e Touring de alta cilindrada e oferece uma linha completa de peças, acessórios, equipamentos e produtos em geral. Para informações adicionais, acesse o site da Harley-Davidson em www.harley-davidson.com.br.

Dream!

Harley-Davidson CVO 2011 - First Ride

Video mostrando os testes feitos pela revista Motorcycle USA, nos modelos 2011 das Harley-Davidson CVO.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Enquanto isto, a Harley-Davidson Brasil . . .

A colega Vera Fillipetto publicou no seu blog, uma foto do que parece ser uma futura revenda H-D em São Paulo. Há ainda muita coisa a ser feita, antes da inauguração.
Não temos notícias de nenhuma outra revenda sendo preparada, construída ou planejada. Só as duas revendas nomeadas (em S.Paulo, SP e Belo Horizonte, MG), mas que não sabemos quem são ou aonde ficam. O site da Harley-Davidson ainda mostra os endereços do Grupo Izzo.
.
Há vários rumores de nomeações de revendas em Porto Alegre e Curitiba, mas até agora nada que tenha sido oficializado no site da marca. 
.
Aparentemente haverá uma entrevista coletiva da H-D Brasil com a imprensa especializada amanhã, 15 de Fevereiro, ao cumprir uma semana de terem assumido as operações no nosso país.
.
Nós, proprietários de Harley-Davidson, estamos aguardando ansiosos por notícias concretas.
.
Entendemos as dificuldades as dificuldades enfrentadas pela  H-D nesta transição. Tais dificuldades explicam, mas não justificam. Deixar milhares de clientes sem atendimento é inaceitável.
É surpreendente  que uma empresa, com operação em várias partes do mundo e prestes a completar 110 anos, não se tenha  preparado adequadamente para esta situação, considerando-se que entrou com a ação contra o Grupo Izzo há mais de um ano. 
.

Como falamos na Marinha, "quem vai ao mar, programa-se em terra".  
.
Ou, como aprendi nos muitos anos que trabalhei em empresa americana (aqui e nos Estados Unidos), temos que seguir a regra dos 5 "P"s: 
 "Proper Preparation Prevents Poor Performance"

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Acidentes Com Motocicletas Em Declínio – Nos Estados Unidos . . .


A Califórnia é o estado mais populoso dos Estados Unidos, com 37 milhões de habitantes (São Paulo tem 41 milhões). É também o terceiro de maior área (depois do Alaska e do Texas), com 404.000 km²  (São Paulo tem 248.209 km²). A Califórnia é o estado mais rico dos Estados Unidos, com um PIB de US$2.200 trilhões  (São Paulo é o maior do Brasil, com um PIB de US$5,9 trilhões – e os paulistas pensam que são ricos . . .)
Parque Nacional das Sequóias - Califórnia
Com um clima bem ameno na parte sul do estado, rodovias e estradas com paisagens magníficas, não é surpresa que a Califórnia seja o estado americano com mais motocicletas registradas (como São Paulo, no Brasil).

Próximo a Visalia, Califórnia
Também não é surpresa constatar que a Califórnia tem o maior índice de acidentes com motocicletas (igualzinho a São Paulo).
.
Esta são as más notícias. E até onde vai a comparação entre os dois Estados.
.
Daí por diante, não há nada em comum entre a Califórnia e São Paulo ( e por consequência entre os EUA e o Brasil) no que diz respeito à segurança nas estradas.
.
As boas notícias (para os americanos) é que o número de acidentes involvendo motocicletas tem diminuído drásticamente na Califórnia e nos Estados Unidos, em geral. Desde 2008 o número de acidentes fatais com motocicletas tem diminuído a cada ano, de acordo com um estudo estatístico realizado pelo Departamento de Segurança do Trânsito da Califórnia. Durante todo o ano de 2010, 394 acidentes de motocicleta, com morte, ocorreram na Califórnia.
.
Em todos os Estados Unidos, menos de 4.000 acidentes fatais com motocicletas ocorreram em 2010.
.
Segundo dados não oficiais morrem 4 motoqueiros diáriamente, apenas na região metropolitana de São Paulo. Isto representa 36% do que acontece em todos os Estados Unidos.
.
Os dados oficiais não são confiáveis nem atualizados. Os últimos disponíveis publicados pelo DENATRAN, indicam que em 2008 um total de 200.499 acidentes com motocicletas resultaram em mortes ou ferimentos graves. Como sempre, as mortes só são imputadas aos acidentes se a vítima morre no local. Mortes posteriores não são consideradas. A grande maioria dos acidentes ocorrem nos estados de São Paulo e Goiás. No total, o número de acidentes graves no Brasil superam os do Estados Unidos em apenas 5.000%!
Ao sul de Big Sur, Califórnia
Mas por que os acidentes tem diminuído na Califórnia e nos Estados Unidos, região com o maior número de motocicletas per capita do mundo? O que podemos aprender com isso?

Segundo os especialistas, são muitos os fatores que contribuem para este bom resultado.
  • Campanhas de esclarecimento e educação tem sido considerada a maior contribuição para o declínio em acidentes fatais. Com muitos estados ainda permitindo o uso de motocicleta sem capacete, as campanhas tem sensibilizado os motociclista a usarem este equipamento de segurança, mesmo onde não seja legalmente exigido.
  • Igualmente, campanhas tem sido veiculadas com os motoristas de automóveis e caminhões como alvo. Segundo as estatísticas americanas, dois terços dos acidentes involvendo veículos de quatro rodas e motocicletas  são resultados da atitude dos motoristas, que não respeitam o direito dos motociclistas, tanto nas ruas como nas estradas.
  •  Desenvolvimento de Programas de Treinamento de Segurança para Motociclistas. Desde o ano 2000, muitos estados americanos desenvolveram cursos de treinamento de segurança para motociclistas. Em alguns estados, inclusive, portadores de certificado de conclusão de tais cursos podem receber sua habilitação diretamente, sem necessidade de provas adicionais.
  • As estradas americanas são conhecidas pela qualidade da pavimentação e da sinalização visual. Melhorias nestes itens tem contribuído de forma marcante na diminuição de acidentes fatais involvendo motocicletas.

Típica estrada secundária, numa zona rural dos EUA
No nosso país, com a honrosa exceção do Estado de São Paulo, a qualidade das ruas e estradas, tanto na pavimentação como na sinalização, está abaixo da crítica. Estradas esburacadas, pavimentos irregulares, desníveis entre a pista e pontes/viadutos, falta de acostamento, inexistência ou falha nas sinalização vertical e horizontal contribuem, de forma vergonhosa, para as dezenas de milhares de acidentes fatais que ocorrem no Brasil, todos os anos ( números que englobam todos os tipos de veículos terrestres).


Segundo pesquisa da CNT (Confederação Nacional do Transporte), 69% da malha rodoviária do Brasil é péssima, ruim ou regular. Somente 31%  dos trechos é considerado bom ou em ótimo estado. E quase todos estão concentrados nos Estados de São Paulo e Paraná.
Com o aumento da capacidade de compra das classes C e D, o número de motocicletas de pequeno porte (menos de 150 cc) vendidas no Brasil tem aumentado consideravelmente. Nos últimos cinco anos o crescimento foi de 88,5%, de 797.673 unidades em 2005 para 1.504.357 motocicletas em 2010.
.
Pilotadas por motociclistas jovens, mal treinados e inexperientes, aliados ao péssimo estado das ruas, avenidas e estradas brasileiras, o resultado é trágico.
.
Segundo dados da Segurada Líder, que administra o DPVAT (Seguro obrigatório), acidentes com motos representaram 60,7% das indenizações por acidentes no Brasil, em 2010. Foi o percentual mais alto dos últimos 5 anos. Estes números representam um aumento de 1.000% nos últimos 10 anos. 85% das mortes são de homens entre os 18 e 25 anos.
.
Não há dinheiro público nem vontade política para reverter esta situação.

Há recursos federais para uma quantidade incrível de outros programas, inclusive aqueles de ajuda a Cuba, perdão de dívidas de países tipo Bolívia, etc.

Mas, para poupar a vida de jovens cidadãos, os recursos são sempre escassos . . .

Exposição de Motocicletas em Joinville, SC

Harleyros de Balneário Camboriú e de outras cidades de Santa Catarina aproveitaram o tempo bom do sábado para visitar a Exposição de Motocicletas em Joinville.
.
Organizada pelo PHD JOINVILLE-SC, recém criado grupo de 27 PHDs da cidade, a exposição foi realizada no novo Joinville Garten Shopping, de 3 a 13 de Fevereiro (veja o post). 
.
Saímos o Auto Posto PHD em Balneário Camboriú às 09:00 e pouco mais de uma hora depois já estávamos no  shopping. A organização do evento, capitaneada pelo PHD Mago, nos recebeu com muita cordialidade, comportamento padrão dos PHDs. Como cortesia, fomos isentados do pagamento do estacionamento e ainda recebemos um chopp grátis na franquia da Montana Grill, na praça de alimentação.
A exposição estava muito bem organizada, com um grande painel em uma das paredes e várias informações adicionais sobre a Harley-Davidson® e o espírito dos proprietários de motocicletas da marca.
PHD Mago


Depois de ficarmos um tempo na exposição, seguimos para a Estrada Dona Francisca (que liga Joinville a São Bento do Sul) e almoçamos no Restaurante Serra Verde, onde desfrutamos um delicioso marreco recheado, tradicional prato da colônia germânica.
Na volta, como não poderia deixar de acontecer, pegamos uma chuva bem forte entre Joinville e Barra Velha, mas chegamos em Balneário Camboriú com a pista seca.
.
Uma parada no Auto Posto PHD para reabastecer a minha Ultra Glide e estávamos de volta ao lar, não sem antes apreciar um excelente café com bolinhos de chuva, na residência dos nossos amigos Osmar e Terezinha Becher.
.
Um sábado perfeito. Veja mais fotos aqui.